Por que é melhor ser líder do que chefe (e como se tornar um)

Chefiar ou liderar? Parece a mesma coisa, mas não é. Enquanto um chefe costuma olhar para o time do alto, como uma espécie de comandante que tem que lidar com o batalhão para alcançar resultados, um líder não apenas se sente motivado em orientar o crescimento das pessoas com quem trabalha, mas faz com que elas se sintam parceiros fundamentais, colaboradores que precisam e gostam de fazer sua parte para a empresa conquistar resultados. De forma resumida, o primeiro comanda, centraliza e cobra. O segundo orienta e motiva a equipe. De qual lado você está?

lider

Para a analista em liderança, Gina Folk, os times que produzem resultados mais efetivos e duradouros são aqueles dirigidos por líderes, não chefes. Ela apontou sete formas para quem quer passar de um estágio a outro e colher os benefícios da transformação. Confira!

 

Não se pode liderar um time sem efetivamente gostar de trabalhar com pessoas, caso contrário, certamente o dia a dia será um martírio. As pessoas têm individualidades e talentos que precisam ser levados em conta, e o papel de um líder é gostar de auxiliar os membros da equipe e de vê-los bem sucedidos.

Um chefe normalmente tem a necessidade de controlar cada ação, enquanto um líder sabe que o time conseguirá grandes resultados se receber direcionamento no lugar de controle. Deve-se dar estrutura e suporte, mas com liberdade.

Para que ser rígido como um chefe normalmente é? O ideal é adaptar seu estilo às necessidades da equipe, entendendo também as características individuais e as expectativas de cada membro.

Se você não confia que alguém mais pode fazer um trabalho tão bem quanto você faria, dificilmente conseguirá delegar. E os líderes delegam. A estratégia, para não haver problemas, é não deixar de acompanhar periodicamente o que está sendo feito.

Chefes normalmente gostam de receber os créditos relacionados aos resultados que o time proporcionou, e são os primeiros a colocar este time na berlinda quando algo dá errado. Os líderes, por sua vez, têm mais cuidado com o ego, pois sabem que o resultado vem de um esforço conjunto, além de aceitar criticas e assumir responsabilidades quando algo não funciona tão bem.

Chefes gostam da segurança de saber que correm pouco ou nenhum risco, por isso não arriscam. Já os líderes sabem que grandes resultados podem vir de situações novas, por isso encorajam o time a tentar novas maneiras e arriscar mais. Ah, e a melhorar a partir de um fracasso também.

Finalmente, uma das grandes questões relacionadas à liderança: a motivação. Para Gina Folks, um chefe normalmente motiva através do medo. Já um líder consegue descobrir a grandeza de cada membro e o estimula a fazer cada vez melhor, celebrando o sucesso conquistado.

 

Obs: O artigo original, em inglês, foi escrito para a Entrepreneur (http://entm.ag/1JGbHEi