Tomada de decisão – o que levar em conta?

decisao

Seguir pelo caminho A ou pelo caminho B? Quem está em posição de gerência e é responsável por decisões cruciais, muitas vezes se pega sem ter certeza absoluta do rumo a ser tomado. Será que há formas corretas para acertar na tomada de decisão?

Recentemente, o site Business News Daily publicou um artigo no qual Gayle Abbott, na posição de presidente da consultoria em RH Strategic Alignment Partners recomendava uma estrategia de quatro passos para ajudar na tomada de decisões difíceis. Seriam elas: (mais…)

Leia Mais

Gestão do elemento humano: ainda mais essencial em serviços

 

elemento

Você trabalha no setor de serviços? Pois saiba que, apesar de algumas similaridades com outros setores, estamos falando de uma área em que prestar atenção ao elemento humano é ainda mais importante. Isto porque, independentemente do quanto você se esforce em buscar soluções para aprimorar o que oferece, se não houver preocupação genuína em melhorar a relação entre empresa e clientes, o sucesso pode não chegar. E esta relação é feita, obviamente, de pessoas. (mais…)

Leia Mais

Quando é preciso criticar para impulsionar

critica

No livro “Não tenha medo de ser chefe”, o autor, Bruce Tulgan, diz que “independentemente de quantas pessoas estejam sob sua responsabilidade como gerente, todos os dias é preciso escolher uma forma de aplicar o tempo dedicado ao gerenciamento”. E quando se trata de gerenciar pessoas, um dos pontos necessários é usar o poder da crítica construtiva para impulsioná-las a melhorar e conquistar resultados mais favoráveis.

Existem algumas diferenças quando se pensa em crítica. A crítica construtiva, que ajuda e faz parte de um bom cenário de gerenciamento, é aquela que aponta erros, mas oferece a oportunidade para que sejam consertados. Segundo o Instituto Brasileiro de Coaching (IBC Coaching), quando recebemos uma crítica assim, pode haver certa preocupação no começo, mas depois ela tende a nos motivar e nos faz querer progredir. (mais…)

Leia Mais

Por que é melhor ser líder do que chefe (e como se tornar um)

Chefiar ou liderar? Parece a mesma coisa, mas não é. Enquanto um chefe costuma olhar para o time do alto, como uma espécie de comandante que tem que lidar com o batalhão para alcançar resultados, um líder não apenas se sente motivado em orientar o crescimento das pessoas com quem trabalha, mas faz com que elas se sintam parceiros fundamentais, colaboradores que precisam e gostam de fazer sua parte para a empresa conquistar resultados. De forma resumida, o primeiro comanda, centraliza e cobra. O segundo orienta e motiva a equipe. De qual lado você está?

lider

(mais…)

Leia Mais

Saiba como evitar superalocação e sublocação de recursos

É natural que quando muitos projetos começam a surgir ao mesmo tempo, seja preciso reorganizar as tarefas entre os profissionais envolvidos. Nestas horas, sem o uso de ferramentas corretas  e estratégias bem organizadas, corre-se um grande risco de superalocar alguns e sublocar outros, ou seja, enquanto parte da equipe fica sobrecarregada, outra parte fica sem fazer nada, sem falar na possibilidade de haver gargalos na produção e eventuais atrasos na entrega. Para evitar que isso aconteça, é essencial prestar atenção a alguns pontos:

xadrez

(mais…)

Leia Mais

Os desafios da gestão e a regra que vale ouro

Em recente entrevista, a empresária Luiza Helena Trajano, 63 anos, revelou o que ela definiu como regra de ouro do Magazine Luiza, rede na qual ela lidera 23 mil funcionários em 740 lojas: “faça aos outros o que gostaria que fosse feito a você”.

gestao

 

Luiza hoje é considerada uma das 3 mulheres mais poderosas do Brasil, segundo lista da revista Forbes. Com uma regra básica, mas que vale ouro, como ela mesma definiu, a empresária levou a loja confinada no interior de São Paulo para 16 estados. Em 2014, o grupo registrou lucro líquido de R$ 128,6 milhões, alta de 13% em relação a 2013. A receita acumulada, no consolidado do ano, ficou em R$ 9,779 bilhões, avanço de 20,9% ante o ano anterior. (mais…)

Leia Mais

Chega de atrasos!

Qual a sua reação quando compra um produto e ele é entregue exatamente no prazo prometido? E quando é entregue antes do prazo? Bem melhor, hein? Para surpreender os clientes da sua empresa – e os chefes também – não há mistério: além de oferecer qualidade sempre, vale melhorar os prazos de entrega dos trabalhos, algo que pode ser conquistado através do uso de indicadores de desempenho e com algumas dicas úteis a serem aplicadas no dia a dia!

Chega-de-atrasos

Para ajudar nesta tarefa, separamos e avaliamos 5 sugestões mencionadas em um artigo muito interessante do Businesscamp sobre o assunto. Confira: (mais…)

Leia Mais